Como funciona o exame de retorno ao trabalho e por que fazê-lo?

O que é exame de retorno ao trabalho

O exame de retorno ao trabalho é realizado para o trabalhador que passou mais de 30 dias afastado por questões de saúde, como uma doença, pós parto ou acidente.

Esse tipo de exame está enquadrado na legislação brasileira, junto dos outros exames que precisam ser realizados para garantir a segurança e também a saúde dos trabalhadores.

Esses exames são cobertos pela Norma Regulamentadora, que torna o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional obrigatório. 

O Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional é obrigatório para todos as empresas que fazem a contratação de funcionários.

Esse exame não é obrigatório para os funcionários que retornam das férias, como muitos pensam. 

O objetivo desse exame é avaliar se o funcionário realmente está em condições de voltar a realizar as suas tarefas na empresa. O exame faz a análise de toda a saúde física do trabalhador.

Em questão do afastamento, quando é estabelecido pelo INSS, a alta dada pelo órgão precisa estar entre todos os documentos que serão mostrados ao médico do trabalho. 

Saiba como funciona o exame de retorno ao trabalho

Que o exame de retorno ao trabalho é feito para garantir a saúde do trabalhador e atestar a empresa que o trabalhador está apto para retornar a exercer suas funções já sabemos.

Depois que o exame for realizado, o médico responsável precisa elaborar um Atestado de Saúde Ocupacional, constando aptidão do trabalhador.

Também chamado de ASO, nesse atestado a empresa verificará alguns dados gerais em relação ao trabalhador, incluindo seu nome completo, sua função na empresa, seu número de registro, os riscos que o trabalhador corre ao realizar tal atividade e quais foram os procedimentos médicos realizados em seu exame.

Também não podemos esquecer as informações do médico responsável e da clínica onde seu exame foi realizado. 

Outro ponto importante a ser lembrado é que este documento precisa ser guardado por 20 anos, depois que o trabalhador não estiver mais trabalhando na empresa!

Lembrando que somente o médico da empresa é autorizado a realizar esse exame no trabalhador. O trabalhador só deve voltar a realizar suas atividades quando estiver 100% em condições adequadas para tal função.

O exame de retorno ao trabalho consiste em 3 itens: exame físico, anamnese ocupacional e exame psicológico. 

O exame físico consiste em avaliar a saúde do trabalhador, incluindo sua audição, visão, hidratação corporal, frequência cardíaca, tensão arterial, respiração, dentre outros itens importantes determinados pelo médico. Já o exame psicológico avalia todo o estado mental do funcionário.

A anamnese ocupacional representa o histórico de todas as empresas em que o candidato a vaga trabalhou.

Nessa anamnese é possível encontrar tudo detalhadamente, incluindo quais atividades eram realizadas na empresa em que o funcionário prestou seus serviços.

Também é possível observar o período de trabalho, entre a admissão e a demissão desse funcionário, 

Por que fazer o exame de retorno ao trabalho? 

Realizar esse exame é essencial para que a empresa tenha um documento comprovado de que o trabalhador está em condições de retornar a realizar suas tarefas no trabalho.

Esse exame é obrigatório, portanto mesmo que o trabalhador opte por não fazer, não terá escolha a não ser ir atrás.

Sem contar que o próprio trabalhador poderá coletar ainda mais informações sobre seu estado de saúde, principalmente se a causa de seu afastamento tenha sido grave.

Além do exame de retorno ao trabalho, é muito importante que o trabalhador faça exames de rotina para garantir que sua saúde esteja bem e nos conformes.

Muitas vezes, o excesso de trabalho, principalmente quando a função do empregado envolve a realização de muitos processos repetitivos, como nos setores de produção de algumas empresas, os funcionários tendem a desenvolver  algumas doenças e problemas musculares.

Por isso, manter a saúde em dia com os exames de rotina e visitas frequentes ao médico são essenciais para evitar problemas piores. 

Também existem outros tipos de exames de ocupacionais pedidos pelas empresas, como os seguintes:

  • Exame admissional

O exame admissional é o exame realizado antes do funcionário ser contratado na empresa. Esse exame consiste em avaliar as condições físicas e psicológicas do futuro trabalhador.

  • Exame demissional

Já o exame demissional consiste em avaliar se o colaborador sofreu algum tipo de prejuízo enquanto esteve na empresa, como está sua condição emocional em relação à empresa.

Esse exame também avalia se o trabalhador desenvolveu qualquer tipo de problema de saúde enquanto esteve na empresa.

Espero que tenha gostado deste artigo em que falamos sobre os exames necessários para ingressar em uma empresa e que ele tenha te proporcionado maior conhecimento sobre o assunto! Se ficou com dúvida ou questionamento, comente abaixo. Compartilhe essas informações com amigos e familiares.

Comentários desativados em Como funciona o exame de retorno ao trabalho e por que fazê-lo?

Filed under Dicas

Comments are closed.